Fisioterapia Reumatológica

O reumatismo é a patologia que vem apresentando um crescimento importante na população. As doenças reumáticas acometem o sistema osteo-articular: articulações, músculos, ligamentos, tendões, sem ter acontecido nenhum trauma, é o sistema imunológico. Conhecidas também como doenças crônico-degenerativas. Diferente das doenças neurológicas, cardíacas ou gastrointestinais que afetam apenas um determinado órgão ou sistema, as doenças reumáticas podem não apresentar queixas ósseas, articulares ou comprometimento dos tecidos peria-articulares, mas sim em órgãos diversos como coração, rins e pulmões.

A prevalência dessas doenças aumenta com a idade, reumatismo acomete principalmente adultos e idosos, mas algumas das doenças atingem as crianças e jovens. Por serem crônica, necessitam de um tratamento prolongado, e o quanto antes for o início do seu tratamento, menores são as chances de desenvolverem sequelas ou deformidades, diminuindo o prejuízo na qualidade de vida.

O diagnóstico precoce é de suma importância para uma boa evolução da doença, evitando complicações que podem incapacitar o paciente de forma definitiva. A fisioterapia reumatológica é empregada no tratamento das doenças reumáticas, amenizando as sequelas ocasionadas pela cronicidade e degeneração da doença.

Indicações:

  • Artrite Reumatoide
  • Artrite Idiopática Juvenil
  • Artrose
  • Osteoporose
  • Fibromialgia
  • Dermato polimiosite
  • Esclerodermia
  • Espondiloartrose
  • Espondilite Anquilosante
  • Febre Reumática
  • Gota
  • Lúpus

Benefícios:

O fisioterapeuta reumatológico diante de um paciente com doença crônico-degenerativa possui o objetivo em minimizar dores e incapacidades geradas por tais patologias através da utilização de recursos eletro analgésicos, da aplicação de técnicas de terapia manual e de atividades que estimulem a movimentação articular buscando assim prevenir a instalação de deformidades, bem como evitar a progressão de deformidades já instaladas, buscando sempre manter uma boa qualidade de vida.

Os métodos fisioterapêuticos mais utilizados nas alterações reumatológicas são: ultrassom, ondas curtas, crioterapia (gelo), laser e TENS que agem de forma analgésica, anti-inflamatória e cicatrizante. Além destes recursos existem exercícios específicos, massagens, alongamentos, mobilizações e outros. Por isso, sempre que for solicitada, a fisioterapia deve ser realizada com uma frequência maior, para que todos os recursos atinjam os efeitos necessários.

Essas doenças não têm cura, mas podem estabilizar. E segundo as orientações e tratamentos do médico e do fisioterapeuta reumatológico, os pacientes podem conviver normalmente.